sauloligo
  • | Meu tempo é o samba

  • | Ficha Técnica

    SAULO LIGO - composições, produção fonográfica, cavaco, violão (faixa 3) e voz
    MARCOS MORAES - violão (faixas 4 e 7) e violinha (faixas 3 e 4).
    GUILHERME SOARES - violão 7 aço (faixa 2) e violão 7 nylon (faixas 1, 2 e 6)
    MARCUS GODOY - violão 7 nylon (faixa 8 e 9)
    VITOR CASAGRANDE - bandolim (faixa 2)
    FILIPE MARÓSTICA - baixo elétrico
    ANDRÉ GRELLA - piano
    PAULO ALMEIDA - pandeiro, tamborins (faixas 1, 4 e 6) e bateria (faixas 2, 5, 7, 8 e 9)
    TIAGO MECATTI (RATO) - caixa e chimbal (faixas 1, 3, 4 e 6), tamborim (faixas 2, 7 e 8), ganzá (faixa 1), agogô (faixa 7 e 8), caxixi (faixa 8) e triângulo (faixa 8)
    MAICON ARAKI - surdo e conga (faixa 9)
    DIEGO GARBIN - trompete (faixa 4 e 9) e flugelhorn (faixas 1 e 4)
    ELOY PORTO - trombone (faixa 7)
    AUGUSTO VECHINI - flauta (faixa 6)
    GUSTAVO SANTIAGO (BANANA) - som
    RENATO NAPTY - mix e master
  • | Apresentação

    Meu tempo é o samba é o trabalho inaugural na carreira que trilho como cantor e instrumentista. Composto no decorrer do ano de 2008 e início de 2009, as 13 canções nasceram em decorrência da dedicação prestada à cultura do samba na cidade de Piracicaba, assim como foram criadas num momento em que o trabalho de pesquisa, os ensaios, os palcos e as rodas de sambas, confundiam-se com as coisas trazidas com a vida, das reviravoltas, os tabus, as tramas e os dramas de amor, misturando dor, tristeza e cor com fé, calor e solidão. De fato, o samba e o violão deram acalanto ao coração saltador e foram boas companhias nos silêncios das noites de inquietudes.
    Os músicos acompanhantes são como sementes plantadas em solo fértil, nascidas num mesmo chão, regadas e iluminadas de som, aos quais devo a eterna gratidão e credibilidade, pela famosa fogueira das imprevisões dos arranjos desarrumados na qual os joguei. Porém, neste caso intuição e percepção dão as caras onde a simplicidade cria asas de liberdade e o som de cada um se traduz nas mesmas sensações, buscando a velha chama da música brasileira e suas universalidades.
  • | Agradecimentos

    Primeiramente agradeço ao familiares que desde o princípio me incentivaram nos passos da música, Saulo e Jô, Mariana e Paula, meus amores... Aos violonistas Marcos Moraes, Guilherme Soares e Marcus Godoy o agradecimento em especial por embelezarem de sons de cordas e bordões. Ao bandolinista Vitor Casagrande um abraço choroso. Ao requintado Trio Jabour de André Grella, Filipe Maróstica e Paulo Almeida, meu melhor abraço pela honra do acompanhamento. À Tiago Mecatti, querido Rato que sapeca o primeiro ganzá do disco e Maicon Araki, irmão de presença e felicidade. Agradeço singelamente a participação de Augusto Vechini na flauta, Eloy Porto, trombonista que muito engrandece este trabalho e ao querido Diego Garbin, trompetista do fundo da alma.
    À Roggero Chiarinelli, Gustavo Santiago e Renato Napty, da gravadora SoulMix Estúdios, meu sincero abraço pelos dias de gravação e boas risadas. À Rawson Tullio o agradecimento pelas formas e cores. No mais, obrigado a todos pelos momentos inesquecíveis e todos os sabores do som, foi um privilégio!
  • | Contato

    Telefone: 19 93133737
    E-mail: sauloligo@hotmail.com

    Origem: Piracicaba - sp (Brasil)

    Residência: Piracicaba - sp (Brasil)

    Redes Sociais